preloader

Estresse e sono: entenda qual a relação e saiba como dormir melhor

  • Home
  • -
  • Uncategorized
  • -
  • Estresse e sono: entenda qual a relação e saiba como dormir melhor

Existem várias situações que podem nos atrapalhar na hora de dormir, e o estresse, com toda a certeza é uma delas. Quando estamos muito nervosos ou ansiosos com alguma coisa, conseguir descansar parece uma batalha. Por isso, entender a relação entre estresse e sono é fundamental para que você perceba que esse fator é prejudicial à saúde como um todo.

Antes de tudo, vamos explicar o que é estresse. Podemos dizer que se trata de uma resposta do organismo a determinados estímulos que representam ameaças, reais ou fictícias, que possam colocar a nossa integridade psicológica ou fisiológica em risco. De fato, o estresse não se refere apenas ao nosso comportamento e aspectos psicológicos, e sim, a todo o nosso corpo.

Agora que você já entendeu a definição do estresse, vamos dar continuidade ao tema que trata da relação entre estresse e sono, bem como suas causas e atitudes que podem ser adotadas para reverter o quadro.

Como o estresse contribui para os distúrbios de sono?

Uma das reações do estresse é ficar mais alerta em todos os sentidos. Isso é uma resposta considerada normal para reagir a possíveis perigos. Ou seja, nessa condição, o cérebro fica mais ativo.

Em razão desse estado de alerta, é natural sentir-se esgotado depois de um dia pesado de trabalho. Porém, às vezes, a origem do problema nem sempre é física, pode ser emocional.

Cobranças, falta de tempo para relaxar a mente, dificuldades financeiras, ansiedade antes de fazer uma prova ou uma entrevista de emprego, enfim, as possibilidades de se estressar e perder o sono são inúmeras.

Esses fatores, certamente contribuem para que a relação estresse e sono faça surgir outros sintomas indesejados.

Confira seis deles:

  1. Dor de cabeça
  2. Dores pelo corpo
  3. Insônia
  4. Falta de concentração
  5. Irritabilidade
  6. Desânimo

Se algum problema pessoal atrapalhar suas noites de sono, preste atenção, pois o quadro poderá se tornar crônico. Lembre-se: manter o cérebro em plena atividade antes de descansar faz o sono ir embora.

Como certificar-se de que a causa do distúrbio de sono é estresse?

Preste atenção nesse dado: de acordo com a Associação Brasileira de Medicina do Sono (ABMS), aproximadamente 73 milhões de brasileiros sofrem com algum distúrbio de sono. Fisiologicamente falando, existem alguns sintomas que podem ser indícios de que o estresse está afetando seu momento de descanso.

Conheça alguns:

  • Aumento da pressão arterial
  • Aumento da frequência cardíaca
  • Respiração mais acelerada
  • Glicemia (quantidade de açúcar no sangue) alta
  • Aumento do estado de alerta

A saber, o cortisol e a adrenalina são conhecidos como “substâncias do estresse”. Elas são produzidas pelo organismo para responder as situações de perigo e se estiverem cronicamente em excesso, são os responsáveis por estes sintomas. Com isso, fica difícil conseguir ter uma boa noite de sono, pois o nosso organismo está em desequilíbrio.

Qual especialista buscar para identificar causas do distúrbio de sono?

Quando a pessoa está no seu limite e não consegue dormir adequadamente, é recomendado que ela procure um especialista em sono o mais rápido possível. Desse modo, o especialista poderá fazer uma avaliação clínica e realizar uma série de testes, como a polissonografia.

Esse exame tem o papel de analisar o paciente enquanto ele dorme. São acompanhados os movimentos dos olhos e pernas, a atividade elétrica cerebral, a respiração, o teor de oxigênio no sangue, entre outras avaliações. Nesse sentido, o indivíduo será monitorado por eletrodos e sensores para que os médicos possam observar qual o distúrbio de sono está ocorrendo.

Compreender o tipo de distúrbio de sono e as causas dele é o caminho mais acertado para iniciar um tratamento adequado, levando mais qualidade de vida ao paciente e àqueles que convivem com ele também, uma vez que as consequências dos distúrbios de sono podem afetar até mesmo o convívio social.

12 dicas para gerenciar o estresse e ter uma boa qualidade de sono

Já deu para perceber que a relação estresse e sono fazem um estrago enorme à saúde. Por isso, preparamos 12 dicas importantes para que você aprenda a lidar melhor com as situações que estão te deixando preocupado e sem conseguir dormir direito.

Acompanhe:

  1. Evite consumir em excesso bebidas que contenham cafeína
  2. Diminua ou corte o álcool da sua rotina
  3. Não fume
  4. Pratique atividades físicas regularmente
  5. Durma por mais tempo
  6. Use técnicas de relaxamento
  7. Converse com amigos ou com pessoas da sua confiança
  8. Crie um “diário do estresse” e anote seu progresso
  9. Gerencie melhor o seu tempo
  10. Aprenda a dizer “não”, é libertador
  11. Descanse quando estiver cansado
  12. Assuma o controle da situação

*Matéria gerada pelo Instituto do Sono.

Venha conhecer a nossa clinica ..!!

Avenida das Américas, 500 – Barra da Tijuca – RJ – Shopping Downtown

Rua Conde de Bonfim, 99 – Tijuca – RJ – Edifício Tijuca Trade Center

Av. Boulevard Vinte Oito de Setembro, 44 – Vila Isabel – RJ – Edifício Open

Receba nossas notícias

***Nos comprometemos em não enviar SPAM!

Diagnóstico e tratamento das doenças do sono nas áreas de neurologia, otorrinolaringologia e odontologia do sono

Horários de atendimento

Segunda : 08h às 19h
Terça : 08h às 19h
Quarta : 08h às 19h
Quinta : 08h às 19h
Sexta : 08h às 19h