Enviando...

Noticia Dream Care

Conheça as causas da apneia, o famoso “ronco”


Muitas pessoas sofrem com a apneia do sono, um dos sintomas do Distúrbio Respiratório do Sono (DRS). Sua manifestação pode ser classificada como primária ou grave, em casos de Síndrome de Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS), com frequentes despertares durante a noite, respiração interrompida.

A ação de roncar acontece somente quando estamos dormindo. Por que?

Quando dormimos os músculos do nosso pescoço que formam as vias aéreas (por onde passa o ar que respiramos) ficam relaxados, tão relaxados que diminuem o espaço por onde passa o ar. Esse espaço fica tão reduzido e apertado que quando o ar passa provoca um ruído. É esse ruído que nós chamamos de ronco.

O ruído mais frequente é causado pela passagem do ar na parte mole do palato (céu da boca) e na úvula (campainha), dentro da cavidade bucal. A língua, em alguns casos, também vibra, acentuando o barulho. Outros fatores também podem desencadear o ronco, como aumento das amígdalas, desvio do septo nasal ou no caso da ingestão de álcool ou tranquilizantes.

Vale ressaltar que o ronco, por si só, não representa um problema, mas a apneia sim. Ela consiste em paradas momentâneas da respiração durante o sono, podendo causar uma redução da oxigenação de vários órgãos.